Início > Artigos on line > O passado é teimoso – josé luís montero – ( publicado in tomate emagazine)

O passado é teimoso – josé luís montero – ( publicado in tomate emagazine)

http://www.tomateemagazine.com/#!o-passado–teimoso/ck9o

O Presidente da República tem um problema: o passado. Dizem que o carteiro bate sempre duas vezes, mas, o passado é bastante mais teimoso. Rezava o ano de 1987; Portugal era, felizmente, um ex-País colonial. No entanto, África continuava a gritar forte contra o racismo e essa aberração chamada Apartheid. Finalmente a sempre tardia e preguiçosa ONU resolveu olhar para a África do Sul. Os seus cárceres estavam cheios de africanos encandeados só pela condição da raça. A cor da pele marcava privilégios. A ONU resolveu submeter a votação a libertação dos cautivos. Portugal, pela mão e decisão do seu então Chefe do Governo, Aníbal Cavaco Silva, votou contra a sua libertação. Portugal aliou-se com as potências da vergonha: Estados Unidos e Inglaterra.

  A direita e as suas personalidades têm outro problema: não se sabem explicar e quando se explicam a pintura estraga a parede. Recentemente, faleceu o longevo Nelson Mandela, Madiba, e o destino e as suas casualidades provocam um novo encontro entre Cavaco Silva e Madiba. O estrafalário voto de Portugal volta à atualidade, hoje, 26 anos depois da escolha de Cavaco Silva. Os cronistas e a voz sonora das ruas recordam o ato. Cavaco explica sem se explicar porque para esclarecer estragou o fato com lixivia. O seu argumento é tremendamente imperialista e colonialista. A razão da existência de compatriotas num País estranho não justifica a vontade expressa em forma de voto de manter os nativos, espoliados e vexados, em presídio; isso é ocupação e neste caso, ocupação colonial. Se existe risco ou perigo de vida de e para compatriotas, a solução tem um nome: evacuação.

  No entanto, a direita não tem só o problema dos seus políticos; tem o enorme problema dos seus intelectuais e cronistas. Normalmente e sempre que posso sinto um enorme prazer quando leio as crónicas do Vasco Pulido Valente. É bom no género; escreve bem e navega; voa pelas ideias ou circunstâncias que deseja atacar ou salvar. Arrebata. Dilacera. Mas, infelizmente para ele, este fim-de-semana, meteu-se a tentar salvar o que não tem salvação possível. O voto de Cavaco Silva não se pode justificar com argumentos geopolíticos. A geopolítica não é argumento válido para manter ninguém na prisão vitima da enorme aberração que é o racismo e o seu Apartheid. Também ou ainda menos é argumento a condição de família de chefe tribal de Madiba. Chefe, primo do chefe ou vizinho a questão é que estava preso porque era preto e iniciara uma campanha Anti-Apartheid inspirando-se, curiosamente, em Gandhi. Os apelos ou situações de combate armado surgiram quando Mandiba e muitos outros padeciam o atroz presidio. Vasco Pulido Valente, algumas vezes, também estraga os seus fatos com lixivia.

  Agora, passado tempo, Cavaco Silva encontra-se metido nos seus próprios buracos e esses buracos só se tapam com uma terra especial, chama-se: perdão. Cravinho, atual embaixador da CEE na Índia, critica a posição de Portugal na altura e chama-lhe: ”erro de política externa”, no entanto, eu considero que é um erro ou falta da mais elemental Humanidade. Curiosamente, o argumento de salvaguardar os compatriotas, também foi errado porque a comunidade portuguesa ficou isolada pela nefasta votação do seu atual Presidente da República. É mais fácil que acerte na “taluda” do que Cavaco Silva e os seus delfins acertem com uma pedra num alvo gigantesco.

Anúncios
Categorias:Artigos on line Etiquetas:,
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: