Arquivo

Posts Tagged ‘Natal’

O Conto do Palerma – josé luís montero

Junho 2, 2013 1 comentário

O Palerma tinha a vida entregue. Morava num terceiro andar da rua Gáveas entre um polícia e uma puta de rua. A puta fazia-lhe uma caridade semanal e o polícia arrecadava-lhe duzentos euros mensais por acompanha-lo nos seus passeios. A comida era-lhe servida pela vizinha do rés – do- chão; uma minhota de Monção que trabalhava onde a aceitavam. Uma prima longínqua fazia-lhe as contas e levava-o a sua casa pelo Natal. Era feliz. Ler mais…

DEUS NÃO SE PORTA BEM por josé luís montero

Os dias deveriam chamar-se todos: ontem. Dessa forma nunca falaríamos do presente e evitaríamos muitos aborrecimentos. Não estaríamos a falar dos sonsos que estão nos governos, nem nos preocuparia a taxa eléctrica. Estaria tudo pago. Os preços sempre seriam antigos e a vida muito mais barata. A crise nunca teria acontecido e nem o mesmíssimo Benfica seria bicampeão europeu no tempo em que o futebol ainda era futebol. Nem sequer estaríamos na época de Adão e Eva e o fantasma de Deus nunca nos mandaria tapar as vergonhas. Ainda que eu nunca me consegui envergonhar do meu sexo. Talvez seja pela falta de vergonha que comecei a duvidar da existência de Deus e mais tarde, a nega-la completamente. Quem mandou a Deus inventar a vergonha? Cada vez estou mais convencido que não era muito inteligente, nem lera, sequer, as Selecções Reader`s Digest. A vergonha não é mais que o fruto – não da maçã de Eva – da incultura divina. E por culpa dele vivemos no presente e temos que levar com esta crise que é mais que uma crise: é a grande teta por onde chupam os poderosos. Ler mais…