Arquivo

Posts Tagged ‘Notícias blasfemas do Surrealismo Saloio’

Notícias blasfemas do Surrealismo Saloio – josé luís montero

O MUNDO ESTÁ ENCOURADO. NO TEMPO DA FOME O PAPA FALA DA FOME; NO TEMPO DA RIQUEZA FALA SI. DEUS É UMA ESFINGE; SÓ DADÁ É VERDADEIRO. O PRESUNTO É A PERNA DO PORCO; HÁ MAIS PORCOS QUE PORCOS. CAMINHO SOBRE O VINHO; CAMINHAR SOBRE ÀS ÀGUAS É PARA LAVAR OS PÉS. NO PARAGUAI HÁ UMA MULHER QUE TEM AS SAGRADAS MÃOS DO DEMO. ESTOU NU PARA QUE ME VEJAM; SE ME VISTO, OCULTO-ME. DALI PESCOU UMA CENOURA EM CADAQUÉS DEPOIS DE MORTO. O GOVERNO PORTUGUÊS É O INVERSO-REVERSO; APONTA PARA O OLHO CEGO.

PASSO FÉRIAS AO SOL PORQUE O CLUBE DE BILDERBERG ABOLIU A SOMBRA.

josé luís montero

Notícias blasfemas do Surrealismo Saloio – josé luís montero

Junho 5, 2013 1 comentário

O SANTO PERDEU A COROA. DADÁ ESTÁ EM CRISE E SEM DINHEIRO. VIRAR A ESQUINA E MATAR UMA MOSCA SIGNIFICA REVOLTA ANTI-GOVERNAMENTAL. SEM MANTEIGA NÃO SE ESCORREGA. O HOMEM NÃO SAIU DA CAVERNA. OS VELHOS ESTÃO EM PLENA EREÇÃO. DADÁ REIVINDICA O FRANCÊS COMO LÍNGUA CONILÍNGUA. RECOMENDA-SE SESTEAR DEPOIS DE LER OS LUSÍADAS.

O GOVERNO ESTÁ DESIDRATADO; SERÁ AFOGADO.

josé luís montero

Notícias blasfemas do Surrealismo Saloio – josé luís montero

http://zarpante.com/pg/livro-come-202#.UZzvwYfVDzx

http://www.bertrand.pt/ficha/comecou-a-viagem?id=14937668

O SACANA DO SARAPANTA FOI SOQUEADO. BURRIFOU-SE. DADÁ ENCHE A PANÇA. UMA FORMIGA PERCORRE A CIDADE À PROCURA DE MANTEIGA. O POETA DAS NÁUSEAS SODOMIZOU A INSPIRAÇÃO. REGABOFE UNIVERSAL NA PRAIA DOS ANCORADOS. ABJURAÇÃO COLECTIVA. MORREU O SOVINA. A MARQUESA ENGASGOU-SE COM UMA CHAMUÇA. DADÁ ATROPELOU A ABADESSA. A VIDA É SEXO. OS LUSÍADAS NASCERAM FATIADOS.

DURANTE A PERNOITA, ESCREVI COMEÇOU A VIAGEM;FOI UMA PARVOICE MACROBIÓTICA.

josé luís montero

Notícias blasfemas do Surrealismo Saloio

DADÁ ESTÁ A VOMITAR. ESTÁ DESCALÇO. O PADRE-CURA SUICÍDIO-SE; SENTIA INVEJA DE DADÁ.O MAR FOI FEITO PARA LAVAR OS PÉS; COME BOLOS. A VIZINHA ESTÁ A GRITAR PELO SANTO ANTÓNIO. FUMA CHÁ. A LOUCURA PARIU UM PRESIDENTE DA REPÚBLICA; A LOUCURA ESTAVA LOUCA. OS POETAS VENDEM CEROULAS EM MARRAKECH. OS PINTORES CONTAM PELOS DEDOS ENQUANTO PINTAM. BESUNTAM O CORPO COM NATA. PUBLICAR É UM ACTO DE TRAIÇÃO.

NO MEIO DISTO TUDO, AMEI DESAFORADAMENTE O ESPELHO.

josé luís montero