Arquivo

Posts Tagged ‘poeta’

Notícias blasfemas do Surrealismo Saloio – josé luís montero

http://zarpante.com/pg/livro-come-202#.UZzvwYfVDzx

http://www.bertrand.pt/ficha/comecou-a-viagem?id=14937668

O SACANA DO SARAPANTA FOI SOQUEADO. BURRIFOU-SE. DADÁ ENCHE A PANÇA. UMA FORMIGA PERCORRE A CIDADE À PROCURA DE MANTEIGA. O POETA DAS NÁUSEAS SODOMIZOU A INSPIRAÇÃO. REGABOFE UNIVERSAL NA PRAIA DOS ANCORADOS. ABJURAÇÃO COLECTIVA. MORREU O SOVINA. A MARQUESA ENGASGOU-SE COM UMA CHAMUÇA. DADÁ ATROPELOU A ABADESSA. A VIDA É SEXO. OS LUSÍADAS NASCERAM FATIADOS.

DURANTE A PERNOITA, ESCREVI COMEÇOU A VIAGEM;FOI UMA PARVOICE MACROBIÓTICA.

josé luís montero

Os Flagelados do Vento Leste , de Manuel Lopes, um ícone da Literatura Caboverdiana-Patrícia Camargo

ALEXANDRE O’NEILL: «JÁ NÃO CORRO ATRÁS DE MIRAGENS» ( última entrevista)

 O dia 21 de Setembro de 1985 foi publicada no Expresso a última entrevista de Alexandre O’Neill realizada por Clara Ferreira Alves.

_________X_________

Alexandre O’Neill tem andado arredado dos lugares da fama. Se o homem se confessa solitário e «meio-morto», o poeta – presente em reedições e traduções – está mais vivo que nunca…


Quiseram dar-lhe uma medalha. A Ordem de Santiago e Espada. Respondeu, por escrito, que não aceitava porque se havia entre ele e o país uma dívida, era ele quem devia. «Sou contra, era a forma mais simpática de dizer não». Vive num prédio descascado da Rua da Escola Politécnica, rodeado de livros, desordem e solidão. É poeta, publicitário nas horas não vagas. Chama-se Alexandre O’Neill e tem 51 anos de idade. Ler mais…